sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Tutorial: como fazer uma revista de hqs

Conforme prometi, vou explicar aqui o método que eu uso para fazer revistinhas personalizadas. Vale saber que esta é uma adaptação do método utilizado pelas grandes editoras.
Recomendo para quem já está familiarizado com o Adobe Photoshop e Adobe InDesign, e que tenha uma noção razoável de desenho.

Em primeiro lugar - a vítima - que vai ser o personagem principal da sua HQ/ revista.
É de bom senso que se escolha alguém que tenha uma personalidadede marcante. Quanto mais figura a pessoa for, melhor.  
Se você conhece bem essa pessoa, tudo ficará mais fácil. O objetivo dessa hq é divertir. Então escreva uma lista dos motivos que você teria pra tirar um sarrão dela. Manias, coisas que ela gosta, coisas que detesta, frases que ela vive dizendo, alguma situação que está vivendo no presente, ou que viveu no passado.  Pense numa piadinha que você poderia fazer com ela. Preste atenção no jeito dela , nos hábitos, nas coisas que ela fala. Também peça dicas a outros que a conhecem.  
Se você não conhece a pessoa (por exemplo, no caso de se tratar de uma encomenda  de terceiros), vai ter que contar com uma ajuda extra. Você deverá manter um entendimento perfeito com a pessoa que encomendou a revista. Ela vai ter que "brifar" a vítima pra você. Deverá fornecer todos os dados necessários sobre a vida da pessoa,  fotos, vídeos, e o que mais você precisar para captar a "alma" da sua vítima. Deverá também revisar o material com uma certa frequência para checar se o personagem, roteiro e textos estão realmente identificando a pessoa, e solicitar as correções necessárias. Você só poderá concluir o trabalho com a aprovação do cliente.
Roteirização e estudo do personagem
Junte todos  os dados que conseguir sobre a pessoa e coloque num papel (ou num bloco de notas). A partir daí você deve criar um roteiro escrito. A história deve ter começo, meio e fim, ser curta e dinâmica. Evite os clichês. Uma piada atrás da outra, pra não ficar chata. Pense que a pessoa tem que rir do começo ao fim. Então, junte todos esses dados na sua cabeça e pense como linká-los. Não force, simplesmente deixe rolar. Geralmente esse processo criativo leva aproximadamente 1 semana, se você não perder o foco. Com o passar dos dias, as idéias vão clareando, e fica mais fácil juntar as piadas e acontecimentos, fechando a HQ.
É importante também estudar fisicamente a vítima através de fotos e vídeos (ou manter contato com ela). Como você irá caracterizá-la no desenho? Como será o seu personagem? Comece a fazer alguns esboços. Como os meus desenhos são extremamente simples, procuro ver qual é a característica mais marcante da pessoa. Um nariz grande, o jeito do cabelo, sobrancelha, formato de corpo... algo tem que se sobressair. Tendo tudo isso planejado... é hora de pôr a mão na massa!


Planejando
Um detalhe muito importante: para formar uma revista, é necessário que o número de páginas seja múltiplo de 4. Numa revista pequena isso faz bastante diferença, pois ou você tem 4 ou 8 páginas! Então, calcule bem. Caso a sua história tenha mais de 4 e menos de 8, não se desespere. Preencha as páginas que sobrarem com alguma bobagem, tipo um anúncio beeeem criativo, de um produto específico para aquela pessoa (tipo um remédio com um nome engraçado, para algum problema que essa pessoa tem... sempre seguindo a proposta de tirar um sarrão!)
           hq na fase do chamado "lápis"
Desenhando
Na minha opinião, essa é a parte mais chata!
Devo confessar que não tenho muita paciência para desenhar à mão. Como não sou muito aplicada, costumo apanhar um pouco com algumas posições, principalmente de mãos, e tenho uma certa dificuldade em manter as proporções. Meu negócio é ilustração vetorial. Mas, como eu sei que você A-DO-RA desenhar, enjoy it.
Pegue umas folhas de papel sulfite, dobre no meio e monte a revista como ela será. Comece a distribuir os quadrinhos, e faça um esboço do que será desenhado em cada um. Eu sugiro que antes você escreva o roteiro, e depois pense como ele vai ser distribuído. Aí você terá um layout bem tosquinho da sua revista. É nele que você vai se basear. Além da história, que formará o miolo da revista, você deverá também compor a capa. Eu costumo seguir o seguinte esquema:


Capa: deve ter o personagem principal em destaque. Procure fugir de capas "posadinhas". A capa deve ser dinâmica, sugerir alguma brincadeira ou situação. Ou dar um tom de mistério para sugerir a hq
Contracapa: uma apresentação. Geralmente o próprio personagem apresentando a sua revistinha
Tirinha/ expediente: Eu costumo bolar a tirinha baseada em algum gancho da HQ. Quanto ao expediente, baseie-se no de um gibi de verdade. Use a sua criatividade. Você pode inclusive criar o logo da sua "editora". Ou simplesmente deixar um espaço para que as pessoas escrevam uma dedicatória, por exemplo.
Quarta capa: Se vira! Faz uma prévia do "próximo número", coloca um anúncio, inventa uma matéria maluca... seja criativo!
Montando o "lápis" da hq
Agora que você já fez o layout da sua revista, pode pegar o papel, lápis, régua e muita borracha porque agora é pra valer. Desenhe e distribua os quadrinhos pela página com a régua. Não tenha preguiça, use uma calculadora se for necessário. Eu costumo deixar uma margem de 1 cm na borda da página, e mais 0,5 cm entre os quadrinhos. Lembre-se que você não precisa ficar preso a uma página de 6 quadrinhos quadrados e simétricos. Dê uma olhada em algum gibi que você goste e veja a diversidade de formatos que os quadrinhos podem ter.
Feito isso, desenhe todas as páginas da sua hq à lápis. Não esqueça de deixar espaço suficiente para os balões de texto. Preste atenção nas proporções e na contiuidade.
Desenhou tudo?
Escaneie as páginas. Pode salvar em jpeg, pois ainda não é a arte definitiva.
Agora vamos montar a hq no Indesign.
[Se você não é muito amigo do InDesign e Photoshop, sugiro que faça tudo na mão, numa coisa mais artística. Desenhe os balões, faça uma letra legal e legível, depois finalize com uma canetinha fina, pinte, faça do seu jeito! Aí vai do gosto de cada um.]
Abra um novo documento do InDesign, tamanho A5, portrait, facing pages, 1 cm de margem, com o número de páginas que vai ter a sua HQ.
Você deve usar 3 layers: texto (acima de todas), balões (no meio), e arte (abaixo).
  • Na layer arte, você vai colocar as artes já finalizadas, bem alinhadas à margem.~ Ctrl + D (selecione o arquivo e clique). Ajuste o posicionamento da imagem usando a selection tool (V) para movimentar a imagem e direct selection tool (A) para redimensioná-la, se for o caso.
  • Na layer texto, obviamente, distribua o texto. Recomendo que antes você digite todas as falas num bloco de notas ou no Word. Depois, dê um place (Ctrl+D), selecione o texto e clique. Ele deverá aparecer inteiro. Formate o bloco de texto com a fonte escolhida, alinhe o parágrafo ao centro e desmarque a caixa hyphenate se não deseja hifenização (quebra de palavras) do texto. Vá recortando (Ctrl + x) e colando (Ctrl + V) as falas nos seus devidos lugares em cada quadrinho.
  • Por último, na layer balões, você irá criar os balões, of course. Aqui eu explico detalhadamente como criar os balões no InDesign .Use um fio de 0,75pt. Sugiro que faça uns 3 tipos de balão, e os deixe ao lado do documento. Por questões práticas você poderá utilizá-los, com o recurso "copiar" e "colar",  redimensionando-os se for necessário. Isso economiza bastante trabalho.
Importante - essa fase é decisiva. Nela devem ser resolvidos a maioria dos problemas de arte.
Montado o lápis, é hora de analisá-lo. Imprima o documento. Se for uma hq encomendada, o cliente deve avaliá-la nessa fase e solicitar quaisquer correções de arte ou texto. Verifique se há espaço suficiente para os balões de texto. Eles não podem, de maneira alguma encostar nos personagens. Caso isso aconteça, faça a devida correção no desenho, se for o caso diminuindo os personagens para dar mais espaço ao texto.
Evite ruídos - na linguagem editorial isso significa "sujeira". Por exemplo, uma nuvem que foi coberta pelo balão e só sobrou um pedacinho dela aparecendo. Ela não serve mais para nada, e está apenas poluindo a sua hq. Então é melhor remover. Se for algo que não possa ser removido, uma boa solução é, na finalização pintar os traços de uma cor um pouco mais escura que o preenchimento. Isso dá uma boa amenizada.
Marque todas as correções necessárias.
Faça as correções no lápis e no texto.

Finalização
Estamos chegando na reta final. Estando o lápis prontinho, aprovado e corrigido, você já pode começar a finalizar a arte com uma canetinha fina de desenho. Se você já é familiarizado e quer fazer um trabalho realmente profissional, utilize um papel melhor e finalize com nankin. O resultado é bem superior.
Finalizadas as artes, escaneie-as em alta resolução (600 dpi), em modo bitmap ou grayscale, salvando em formato tif. Feito isso, dê uma tratada nas imagens no Photoshop. Tire sujeirinhas com o dust and scratches (filter > noise > dust and scratches (1px), conserte imperfeições do desenho.
Depois pinte usando o balde de tinta (B). Use a criatividade, aplique texturas, padrões... Aí você vai dar a sua cara à HQ.
Os mesmos processos devem ser seguidos para a tirinha final, capas, anuncios, apresentação etc.
Terminando tudo isso...

Detalhes que fazem a diferença e não devem ser esquecidos

  • Logotipo da revista:  a sua revista deverá ter um nome, certo? Bole um logo legal e uma chamada de capa.
  • Nome da HQ: eu costumo deixar um primeiro quadrinho para o título da história. Também é interessante fazer um logo para o personagem (retranca), no estilo "(nome do personagem) em (nome da história)"
  • Valorize os títulos com sombras e contrastes.
  • Coloque a palavra "fim" no final da HQ e da tirinha.
  • Peça para alguém (que não tenha o QI de uma ostra) acompanhar o seu trabalho, avaliando, revisando, dando sua opinião. É importante contar com uma segunda (ou até terceira) opinião. Muitas vezes os nossos olhos nos enganam.
  • Não deixe passar nenhum errinho de português!
  • Veja se as cores estão harmonizando nas páginas, e se não há muita repetição se alguma cor específica (a não ser que seja intencional)
  • Verifique se há contraste entre os fundos e os logos.
  • Elimine o máximo possível de coisas que causem ruídos, e estejam poluindo a hq.
Tire uma print colorida e faça a revisão final, junto com o seu cliente, se for o caso.
Quando tiver certeza absoluta de que a sua hq está perfeita...


Fechamento e impressão
Feche em PDF (alta resolução), e mande imprimir em uma gráfica de confiança. Nas capas costumo utilizar papel couché, e no miolo pode ser um sulfite de gramatura mais alta (90). Como eu não conto com um grampeador ninja, faço no meu método "Tabajara". Abro o grampeador a 180°, coloco um pedaço de borracha ou EVA sob a dobra da revista, calculo muito bem o local, e mando bala. Depois aparo eventuais rebarbas com um bom estilete, sobre uma mesa de vidro.
Feito isso... Hora de presentear a vítima.
A reação dela dirá se sua hq foi realmente um sucesso.
Boa sorte!

Mais uma vez, espero ter sido útil.
; )
bye

14 comentários:

  1. Olá, Webmaster,
    Já há algum tempo venho acompanhando o progresso de seu blog e constato dia a dia
    o aumento na qualidade de suas postagens.
    Parabéns e continue investindo nele.
    Abraços.
    Designer Vigiado
    http://cidadevigiada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Que bom saber que você está acompanhando a evolução do blog.
    Venho trabalhando bastante nele, e sempre procuro melhorar.
    Parabéns pelo seu blog, também achei bem interessante!
    Um abraço, e apareça sempre

    ResponderExcluir
  3. Poxa, teu blog é exatamente o que eu estive procurando. Resolvi tentar criar umas tirinhas (quadrinhos) e estava em busca de algumas dicas. Nem preciso dizer que já virei fã, não é?

    Muito bom o teu trabalho!

    Até logo!...

    ResponderExcluir
  4. Poxa, nem acredito que encontrei esse blog. É justamente o que eu estava procurando. Estou querendo fazer umas tirinhas pra postar em meu blog, pra dar uma inovada. Desenho desde muito cedo e, até cheguei bolar quadrinhos pra treinar, pois queria trabalhar com isso. (risos)
    Mas não deu certo!
    Certamente, voltarei frequentemente aqui pra aprender com tuas dicas.

    Parabéns pelo teu trabalho!

    Até logo!...

    ResponderExcluir
  5. Puxa Denial, muito obrigada!
    Precisando de alguma dica pode contar comigo! Apareça sempre.

    ResponderExcluir
  6. Oi! adorei o seu blog!!
    vc é demais!

    ResponderExcluir
  7. PARABÉNS!!!!!Muito bonito seu trabalho, e seu blog tá muito bem elaborado!!!! Adorei.... a dica da sua montagem pessoal vai me ajudar em muito no que estou precisando... Muito obrigada!!!
    Abraços.... e $uce$$o!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Valeu Michele! Espero que volte sempre!
    ;)

    ResponderExcluir
  9. Olá, parabéns pelo blog.
    Estou com dúvidas quanto à paginacao.
    Cada folha de papel tem 4 lados, gostaria de saber na hora de diagramar como saber que face da folha vai casar com a outra na hora de montar...

    ResponderExcluir
  10. Creative Vegas
    Se tratando de uma produção mais "caseira", digamos, te aconselho a montar mesmo um boneco físico da revista. Pegue o número certo de páginas que vai usar, dobre ao meio e faça a marcação das páginas e seu conteúdo. Em cima disso, faça a sua diagramação. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  11. Mto bom o seu trabalho!

    Parabéns! Me ajudou mto!

    Eu estou fazendo uma hq de minha autoria, e fiz ela só no lápis, ja scanniei. Como não sei pintar, vai ficar só no lápis msm! ^^ Gostei do Tuto de como colocar balões!

    Conheci seu Blog hj, e pode ter certeza, sempre vou passar aqui! :)

    Tchau!

    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Que bom, Junior!
    Preciso urgentemente dar uma atualizada nos posts... também estou devendo um tutorial sobre pintura.
    Deixa o turbilhão passar, eu faço isso, hehehe...
    Obrigada pela sua visita e pelos elogios.

    ResponderExcluir
  13. Nossa, se vc fizer um tuto de pintura vai ajudar muuuito! :)

    Hmm, posso te fazer uma pergunta? Faz quento tempo q vc trabalha nessa área?

    ResponderExcluir
  14. Junior,
    Oficialmente, há 4 anos.

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário